Hey buddies! Tudo em cima?

Chegamos a mais uma semana de One Way Blog!

Mas espera: você ainda não espalhou a gente por aí? Então calma, corre lá e manda pra todo mundo. Ou espera um pouquinho pro texto de hoje e depois conversamos sobre isso de novo.

Alright, vamos lá. Quem se lembra das palavras homófonas das quais a gente falou há umas semaninhas? Além delas, tem alguns sons que os brasileiros costumam confundir. Um bom exemplo é o som do th, que não existe em português; tem gente que fala como um “d” bem forte, outros usam como se fosse um “s”, mas na verdade não é nenhum dos dois. O correto seria como um “d” mas colocando a pontinha da língua entre os dentes. Daí podem acontecer duas coisas: ou você pronuncia esse “d” com um som (o som ð), como em this, another, father e breathe) ou só soltar um arzinho, sem voz (o som θ, como em think, thanks, math e everything). Esses sons são denominados consoantes interdentais (faz sentido, né?).

Passando das consoantes pras vogais, temos os sons longos e curtos. Quem nunca ouviu keys (chaves) e já pensou em kiss (beijo)? A diferença aparece no som das vogais: em keys nós temos um som mais longo (como se disséssemos “quis”), enquanto pra falar de beijo a gente pronuncia o i bem curtinho, quase como “ê” em português.


E isso não acontece só com o i, não. Pra quem curte uma tabela, dá uma olhada aqui embaixo:

vogal pronúncia exemplo
a curta (æ) cat
longa (eɪ) mate
e curta (ɛ) pet
longa (iː) me
i curta (ɪ) kiss
longa (aɪ) swine
o curta (ɒ) not
longa (oʊ) go
u curta (ʌ) us
longa (juː) YouTube

 

Mais uma vez: tem muuuuuita coisa além disso. Não dá pra escrever tudo em um post (ou vídeo) só. Mas se você gostou, se manifesta e quem sabe a gente faz a continuação! Curte, compartilha, se inscreve no canal, comenta, manda e-mail, fax, pombo correio, e é nóis!

17.jan.2018 English tips dicas english tips tips aulas pronúncia

Leia também: